Junho Vermelho e a reflexão sobre doação de sangue.


Data: 07/06/2018

Junho Vermelho e a reflexo sobre doao de sangue.

Entenda a importância de se tornar um doador voluntário e das doações regulares.

A campanha Junho Vermelho nos convida a refletir e agir a favor de uma causa muito importante: a doação de sangue. O mês foi escolhido porque é quando o frio e o tempo seco apertam, as doenças respiratórias, alérgicas e inflamatórias se tornam mais comuns, as pessoas saem menos de casa e, consequentemente, as doações diminuem. Alguns estoques chegam a baixar mais de 50% dos seus estoques.

Mas as emergências não esperam e o sangue não tem substituto, portanto a doação voluntária é fundamental. Sabia que um único doador é capaz de salvar até quatro vidas? E que se cada cidadão saudável doasse sangue pelo menos duas vezes por ano, não seriam necessárias campanhas emergenciais? Por isso, é dever de todos nós arregaçar as mangas e doar.

Em cada doação é retirada a quantia de aproximadamente 450ml de sangue. O processoé rápido, indolor e não oferece qualquer risco ou prejuízo à saúde.

Esses são os pré-requisitos:

- Estar em boas condições de saúde;
- Ter idade entre 16 e 69 anos. Doadores menores de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal. O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos;
- Pesar no mínimo 50kg;
- Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa;
- Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação;
- Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;
- Não fumar pelo menos duas horas antes da doação;
- Apresentar documento oficial de identidade com foto;

Impedimentos temporários:

- Gripe ou febre.
- Gestantes ou mães que amamentam bebes, com menos de 12 meses.
- Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana.
- Tatuagem/maquiagem definitiva, nos últimos 12 meses.
- Exposição à situação de risco para a AIDS.
- Herpes labial ou genital.

Impedimentos definitivos:

- Hepatite após os 11 anos de idade.
- Evidência clínica ou laboratorial, das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
- Uso de drogas ilícitas injetáveis.
- Malária.

Confira os intervalos que devem ser respeitados entre as doações:

Mulheres:período de 90 dias. Máximo de 3 doações, nos últimos 12 meses.
Homens:período de 60 dias. Máximo de 4 doações, nos últimos 12 meses.

Outros critérios que impedem a doação de sangue serão verificados na entrevista de triagem, por isso, seja sempre muito responsável e sincero nas respostas.

Se é simples, por que complicar? Deixe o amor e a solidariedade falarem mais alto. Procure o banco de sangue de sua preferência e se torne um doador voluntário.




Home
Notícias